ANÚNCIO ( PUBLICIDADE )

De volta ao Palmeiras, Leandro Pereira pode render novos lucros aos cofres do clube

Contrato de empréstimo firmado com clube belga permite à equipe paulista ter participação nos lucros de uma futura venda


O técnico Cuca ganhou mais um reforço para a temporada. Leandro Pereira, que foi vendido ao Brugge-BEL em agosto do ano passado, retorna ao Palmeiras com contrato de empréstimo válido por uma temporada. Além de ser mais uma peça para o ataque mais eficiente do Campeonato Brasileiro (são 22 gols em 11 jogos), o atleta ainda pode render uma quantia aos cofres palmeirenses.
Quando foi vendido ao clube belga por € 3,5 milhões (cerca de R$ 14,2 milhões, à época), o Palmeiras ficou com a maior fatia da negociação (R$ 10,5 milhões), além de amarrar uma cláusula que permitia o clube paulista a ter 10% do valor de uma futura venda.
Com o contrato de empréstimo, o Verdão ainda garantiu mais 10% dos lucros de uma negociação que ocorra durante o período que o atacante esteja no Palmeiras. Dessa forma, se o Brugge tiver um lucro de € 1 milhão, o clube de São Paulo levaria € 100 mil – fora os 10% já acordados na venda de Leandro Pereira, em 2015.
Com a venda de Cristaldo ao Cruz Azul-MEX, e a suspensão preventiva de Alecsandro por conta de seu julgamento em suposto caso de doping, Cuca havia pedido à diretoria palmeirense uma nova peça para o setor. Leandro Pereira deve ser apresentado na próxima semana, mas já comemorou sua volta ao Verdão.
“Foi com a camisa alviverde que eu vivi os melhores e mais emocionantes momentos da minha vida profissional. Nesse tempo em que estive fora do Brasil, acompanhei o Palmeiras em cada jogo, sofri com as derrotas, vibrei com as vitórias e comemorei o título da Copa Brasil, mesmo de longe. Durante esses meses, eu recebi, pelas redes sociais, o carinho de vocês – ­torcedores palmeirenses. Senti saudades de entrar em campo vestido de verde e ver o Allianz Parque completamente lotado por uma torcida que canta a vibra, e que apoia o Palmeiras em todos os jogos. Eu percebi que o Palmeiras é o meu lugar, o meu clube”.